Articular e coordenar ações de proteção civil no estado para atuação em situações de risco para a população originados a partir de desastres naturais. Esta é a função básica das 13 unidades de coordenadorias de defesa civil implantadas em Santa Catarina. Curitibanos sedia uma delas, atendendo também a regional de Campos Novos. “Trabalhamos com prevenção e preparação na fase de normalidade, ou seja, quando não há nenhum incidente e com resposta e reconstrução na fase de anormalidade que é quando as intempéries acontecem” explica o coordenador em Curitibanos, Djalma Santos Niles. O coordenador esteve nesta segunda-feira (12) em Campos Novos fazendo um levantamento das ações a serem desenvolvidas naquela regional. “Estamos acompanhando as duas SDRs, onde visitaremos cada município, fazendo diagnósticos, conhecendo a estrutura atual de cada um, buscando prepara-los da melhor maneira possível para eventualidades”, enfatiza. De acordo com Niles, os membros que fazem parte das comissões municipais terão formação contínua e acompanhamento para melhor gerenciamento das situações de emergência.  Segundo o Secretário de Estado da Defesa Civil, Geraldo Althoff, outras 23 unidades devem ser implantadas nas regiões que compreendem as SDRs. Ele destaca o envolvimento da comunidade que precisa estar atenta, bem informada quando as situações inesperadas acontecem.  “Temos que estar sempre preparados para enfrentar os riscos de acidentes naturais envolvendo urgências e dificuldades. E isso envolve todas as pessoas. Inclusive a população que pode auxiliar de forma decisiva”, esclarece. Fabio Claudino Fontana / Assessor de Comunicação