O secretário da Educação, Eduardo Deschamps, apresentou, nesta segunda-feira (16/04), o projeto de Revitalização da Carreira do Magistério aos diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), com tabelas contendo os ganhos salariais da categoria. “Estamos trabalhando e vencendo etapas: a primeira era o cumprimento do piso, o Governo já cumpre, a segunda é a descompressão da tabela e, por conta disso, apresentamos esse novo plano e queremos mantê-lo”, informou Deschamps. O projeto apresenta uma nova estrutura na tabela de vencimentos com seis níveis: magistério, licenciatura curta, plena, especialização, mestrado e doutorado - e aumenta para 10 o progresso funcional. Assim, os professores com pós-graduação situados na referência final de seus níveis passam a ter novas referências para progressão e, com isso, maior crescimento profissional. O objetivo é recuperar em patamares condizentes com a nova realidade, a defasagem imposta pela Lei do Piso Nacional (Lei Federal n° 11.738), sobre os vencimentos dos níveis de formação superior, especialização, mestrado e doutorado em relação ao nível de magistério. O prazo para implementação da nova proposta começa em agosto de 2012, e segue em janeiro, maio, setembro e dezembro de 2013. Informações Assessoria Secretaria de Estado da Educação