Um pacote de socorro de R$ 35 milhões para seguro agrícola e uma linha especial de crédito de R$ 2,6 milhões,  com juro de 6.75% ao ano, carência de três anos e prazo de pagamento de nove anos. São algumas das medidas que o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho pretende anunciar aos fruticultores da Serra Catarinense, na abertura oficial da Festa Nacional da Maçã, dia 4 de maio. A informação foi adiantada pelo Secretário Nacional de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Caio Tibério Rocha ao presidente da Amures, Amarildo Gaio em audiência em Brasília, semana passada. A renegociação e prorrogação das dívidas dos fruticultores é o que mais preocupa os produtores. E isso ficou claro na audiência que teve participação do presidente da Associação dos Produtores de Maçã e Pêra (Amap), Rogério Pereira, o "Pirata", dos prefeitos de Bom Jardim da Serra, Ilton Machado, Bom Retiro, Antônio Melo e de Urubici, Adilson Costa, além dos deputados Valdir Colatto, Ronaldo Benedeti e Edinho Bez.. Onéris Lopes - Assessoria de Imprensa da Amures