Neste sábado (12/05), estiveram em Lages um grupo de oito dos 10 acionistas da Sinotruck Caminhões do Brasil. "O objetivo é para que conheçam a cidade, bem como o terreno onde deverá ser implantada em breve a indústria de caminhões da marca", explicou Mauro Wolfart, um dos acionistas brasileiros  (empresário em Lages), anfitrião do grupo. Além dos acionistas, também esteve no encontro o Secretário de Estado para Assuntos Estratégicos, Paulo César da Costa (Costinha), que estava acompanhado pelo assessor Marcelo Schlichting. Inicialmente o grupo foi recepcionado na sede da Sinocam Caminhões, na Cidade Alta. A empresa, de propriedade do Sr. Mauro e do filho Marcel Wolfart, é a revendedora da marca Sinotruck para Santa Catarina. Em seguida, o grupo seguiu até o distrito de Índios, onde foram conhecer de perto o terreno destinado ao PISC (Parque de Inovação da Serra Catarinense), que tem no total 270 hectares. Desta área total, em torno de 100 hectares serão destinados à montagem da indústria de caminhões Sinotruck. [caption id="attachment_12332" align="aligncenter" width="550" caption="Dois dos modelos da Sinotruck em comercialização atualmente no Brasil"][/caption] De acordo com Mauro Wolfart, "se depender dos chineses e dos acionistas brasileiros, a obra começaria hoje mesmo", disse. "Mas precisamos antes superar alguns entraves burocráticos relativos à doação do terreno pelo município", explicou. Mauro informou ainda que o projeto prevê inicialmente investimentos na ordem de R$ 300 milhões, com a empresa gerando em torno de 400 empregos diretos. NEGOCIAÇÕES DO TERRENO ESTARIAM ADIANTADAS Paulo César da Costa explicou que as negociações para a aquisição do terreno já estão bem adiantadas. "Foi feito decreto de utilidade pública da área. E agora vai sair a desapropriação. A compra poderá ser feita de forma amigável (um acerto direto entre proprietários e a Prefeitura) ou Judicial (com o pagamento do valor de mercado da área).  A princípio, a SC Parcerias fará um convênio com o município na ordem de até R$15 milhões de repasses de recursos à Prefeitura. Com esse dinheiro, a Prefeitura poderá adquirir este e outros terrenos para a implantação de empresas. E o dinheiro será pago depois em até oito anos", explicou. "Nossa expectativa é de que a terraplanagem para o início de implantação do projeto Sinotruck possa acontecer ainda no mês de julho deste ano", falou. Costinha disse também que pelo protocolo de intenções já assinado os investimentos da Sinotruck em Lages num primeiro momento ficarão na faixa de R$ 300 milhões, com a geração de 400 empregos diretos. "Eles vão começar apenas montando os caminhões em Lages. Num segundo momento, passarão a fabricar ou adquirir peças no Brasil, o que aumentará o parque fabril", acrescentou. Tanto Costinha quanto Mauro Wolfart acreditam que o processo eleitoral - bem como a Resolução 72 aprovada recentemente pelo Senado (que iguala as tarifas  de importação para os portos brasileiros em 12% em todos os estados) não atrapalhará em nada a vinda da Sinotruck para Lages. Integraram a delegação, na saída para a visita aos terrenos, as seguintes pessoas: Mauro e Marcel Wolfart;  Luciano Capistrano; Sra. Adyr Fogaça Boésio e o esposo, Sr. Luiz Alberto Boésio; Fabiano Wiggers; Ângelo Zanluchi; Jian Hua Zhang (Chinês radicado no Brasil e sócio da Sinotruck no Brasil); Perácio Feliciano Ferreira; Ruy Alberto Sabino Lopes (todos acionistas da Sinotruck do Brasil). Além deles, estiveram acompanhando o grupo o Secretário Costinha, Marcelo Schlichting e alguns membros da imprensa. Após as visitas, o grupo almoçou na casa do Sr. Mauro Wolfart (no Salto Caveiras). E à tarde seriam feitas outras visitas a instituições e à cidade. Loreno Siega - Revista Visão/Assess. de Imprensa da ACIL