Pressionado  pelo Sindicato dos Professores Municipais de Lages - Simproel - o prefeito Renatinho decidiu hoje pagar na íntegra os percentuais que faltavam para completar os 22,22% de reajuste do Piso Nacional do Magistério. Pelas contas da Administração, com os aumentos já concedidos neste ano (8% em março  e mais 6% em abril) , estariam faltando 6,69% de reajuste para completar esse percentual (de 22,22%). Em ofício encaminhado nesta tarde ao Sindicato, a proposta de Renatinho é de conceder 1% de reajuste por mês - de  junho a novembro -  com mais 0,69% no mês de dezembro. Resta saber se com essa proposta o Simproel vai voltar atrás e deixar de publicar alguns outdoors pela cidade - como estava previsto -  dizendo que o prefeito não estaria cumprindo com a lei no que se refere ao pagamento do piso nacional. Em tempo: Apesar de ser um pagamento parcelado, os professores de Lages não tem do que reclamar. Quem dera os professores estaduais também tivessem de Colombo o mesmo tratamento que estão tendo com Renatinho. Loreno Siega - Revista Visão