Recebemos e-mail do Sr. Francisco de Assis Kirchner. No texto, ele denuncia mau atendimento na Emergência do HNSP. Confiram:

"Coisas incríveis acontecem no Hospital N. Sra. dos Prazeres. Ontem,  dia 24,  levei meu afilhado no Hospital N. Sra. dos Prazeres às 18 horas porque o  mesmo tinha caido de moto e após estava sentindo fortes dores de cabeça e nauseas e ficou até as 21:15 hs aguardando na sala de espera, sendo que durante todo este tempo ninguem foi chamado para atendimento.

Após ligar para o hospital e reclamar, começaram a atender e o mesmo foi atendido por uma moça que somente perguntou o que  ele tinha e nem sequer examinou e após saiu da sala e quando voltou veio com uma receita assinada por um médico que nem sequer viu o paciente, cfe receita e Protocolo de instruções anexa, sendo que na  parte grifada diz para não usar o referido medicamento.

Após ser liberado,  voltei a ligar para o Hospital e ver o que tinha acontecido e reclamar do atendimento,  que o mesmo continuava com os mesmos sintomas, e ai perguntaram se ele estava com dor e  respondi que sim e então pediram para que ele retornasse, e ai foi atendido por uma outra Sra. que examinou o mesmo e pediu um Raio X  e aplicou medicamento, após sair o resultado aí é que o médico veio ver o paciente, o mesmo que assinou a receita sem ver o paciente liberando em seguida e sem nenhuma receita para em caso de alguma dor  se medicar.

Práticas como estas vem acontecendo e por incrível que pareça somente quando se fala em chamar a imprensa a coisa anda, claro que não são  todos, mas a uns 60 dias já presenciei um fato parecido. Gostaria de que as autoridades tomassem as devidas providências, pois estão trabalhando com vidas.

Grato

Tenho ambos os documentos anexos com o carimbo e assinatura do  médico."