O homem que mais marcou gols na história do Inter de Lages virou boneco. A miniatura de Zé Melo, que será homenageado no evento de lançamento de “Aquelas Camisas Vermelhas”, só falta falar. A ideia de reproduzir a figura do jogador é do autor do livro, Mauricio Neves de Jesus, e a criação é do artesão Artur Mociaro, de Limeira, interior de São Paulo.

O sorriso de Zé Melo parece ter ficado ainda mais bonito, e agora eternizado. Vestindo a camisa 7 do Leão da Serra e com uma bola no pé, a miniatura do ex-jogador deve durar um bom tempo, já que é feita de um material bem resistente, a massa epoxi, conhecida no mercado como durepoxi.

O que também deve resistir ao tempo são as lembranças de uma época boa, tanto para o jogador quanto para o Inter. Pelo clube, Zé Melo fez 91 gols catalogados oficialmente, mas, segundo suas contas, fez 178. Ele foi o maior artilheiro do Brasil na temporada de 1992, segundo levantamento da revista Placar, com 31 gols, sendo 16 no estadual, 14 na Copa Santa Catarina e um em amistoso.

Por conta deste feito, o Movimento Leão Colorado também fará uma homenagem com a apresentação de uma camisa comemorativa em modelo retrô da temporada de 1992, com o número 7 às costas e a frase "Zé Melo, o artilheiro do Brasil".

A miniatura do gigante será entregue ao homenageado, assim como a camisa, na próxima quinta-feira, dia 21, a partir das 19h30min, no Serrano Tênis Clube, em Lages. Para levar o boneco de Zé Melo para casa, o custo é de R$ 50.

 Texto: Taina Borges - Fotos: Mauricio Neves de Jesus