O gerenciamento da Saúde em Lages tem sido muito debatido na Câmara de Lages. Desta vez, a situação de pacientes que não têm o devido cuidado na espera por leitos hospitalares gerou mais um documento legislativo.

O fornecimento, por parte do Executivo, de alimentos as pessoas que esperam internadas por leitos hospitalares no Pronto Socorro Municipal é a solicitação da moção 060/12, aprovada na sessão desta terça-feira na Câmara. Aida Hoffer (PSD) é a autora da matéria.

Além de não ser viabilizado qualquer alimento a estas pessoas, tampouco o são materiais e estrutura adequada para a higiene pessoal. Segundo a proponente, a grande parte das pessoas nas filas não tem condições financeiras para se manter em uma espera que não tem um tempo determinado.

Para Aida, é necessário articular uma política que possa aperfeiçoar o tratamento oferecido a quem passa por esta situação. “É uma situação desumana vivida pela nossa população, agravada pela questão da gripe. As pessoas já estão com a saúde debilitada e esta só se agrava sem um cuidado adequado”.

 

Éverton Gregório - Assess. de Imprensa da Câmara de Lages