Realiza-se nestas  terça e quarta-feiras, dias 17 e 18 de julho, no Centro Serra, o 7o. Congresso de Educação da Região Serrana, uma iniciativa da Secretaria da Educação do Município de Lages.

Mesmo com o frio intenso e com o mau tempo (além do lodo no pátio do Centro Serra), mais de 2 mil profissionais da educação de Lages, Serra Catarinense e de diversos outros municípios (incluindo RS, PR e de outras regiões catarinenses) estão participando neste ano do evento.

\"\"

O tema geral deste 7o. Congresso é \"Organizando o Currículo numa Perspectiva Interdisciplinar\".

De acordo com Amilton Werlich, Secretário de Educação de Lages, o grande desafio do evento é fazer com que o professor deixe um pouco de seus afazeres cotidianos e \"pense e repense a sua prática cotidiana\", disse. \"E nada melhor para isso do que participar de um evento deste nível, com palestrantes de renome nacional, além da troca de experiências e i nformações que acontece durante o evento entre as pessoas\", acrescentou.

\"\"

Após a abertura oficial, pela manhã, realizou-se a palestra com Celso Vasconcelos, de São Paulo (USP), com o tema: \"Currículo: a atividade humana como príncípio educativo\". À tarde, acontece a palestra com Dra. Jane Hadad, de Minas Gerais, com o tema: \"Pais e Filhos: a desculpabilização se dá na intersecção\". Segundo a palestrante, apesar do nome complicado da palestra, ela busca refletir sobre os papéis dos pais e da escola na educação. \"Hoje em dia todos estão atordoados com isso. Afinal, o que cabe aos pais e o que cabe à escola?\", indaga a professora. \"Seria tão bom se tivéssemos uma resposta objetiva para isso. Mas não é o caso\", acrescentou.

\"\"

Ainda hoje à  tarde realiza-se a palestra com Emília Cipriano (São Paulo), \"A Formação Continuada dos educadores como condição necessária para uma educação de qualidade\".

Loreno Siega - Revista Visão