Durante a tarde desta quinta-feira (19), foi discutida na Assembleia Legislativa a diferença nos valores repasse para SUS (Sistema Único de Saúde) entre os três estados do Sul. Santa Catarinaé o estado que recebe o valor mais baixo. Segundo informações do Ministério da Saúde, são repassados R$ 137 reais anuais por habitante no estado, enquanto o Paraná recebe R$ R$ 160 e o Rio Grande do Sul, R$ 191.

O Deputado Milton Scheffer alega que essa desigualdade é discriminatória. Na sessão desta quinta-feira (19) foi aprovada uma moção que será enviada para o Ministro da Saúde, pedindo condições de igualdade entre os estados. Segundo o deputado, não há diferenças na estrutura e exames realizados no SUS que justifique que o valor recebido seja mais baixo do que nos outros estados.

O pedido será encaminhado na semana que vem para o Ministro da Saúde. O objetivo é fazer com que o valor seja igualado ao do Rio Grande do Sul, o que representa um aumento de R$54 reais per capita anual. Além disso, espera-se garantir repasse de mais recursos para a saúde em Santa Catarina. Junto com a moção, foi pedido o aumento no número de leitos de UTI credenciados ao SUS em Santa Catarina. Espera-se que, em torno de um mês, haja um posicionamento do governo em relação ao pedido enviado.

Informações G1/sc