A manhã desta  segunda-feira (23/07)  foi bastante conturbada na Unidade de Saúde Central de São Joaquim (Posto de Saúde). Uma fila para marcar consultas através do CISAMURES (Consórcio Intermunicipal) começou a se formar logo pela noite deste último domingo (22). Eram cerca de 23 horas  da noite de domingo quando começaram a chegar as primeiras pessoas. Munidas com cobertores e casacos chegaram a dormir na porta pelo lado de fora do posto mesmo com o torturante frio do mês de julho elas não se intimidaram e pela manhã levaram um grande susto: \"Simplesmente não havia requisições para todo mundo\". Pouco mais de 60 requisições estavam disponíveis em uma multidão de quase duzentas pessoas.    O caso virou uma confusão total. Algumas pessoas ficaram revoltadas  e começaram a insultar os funcionários do Posto de Saúde. Alguns ameaçaram quebrar as dependências do Posto para serem atendidos. Uma senhora de 70 anos veio do Pericó e aguardava na porta do Posto para ser atendida desde às 3h da manhã eram 8h35min e essa senhora ainda não havia sido atendida. A indignação e nervossismo dos que ainda aguardavam na fila era total.     A revolta e inconformação era grande na entrada do Posto de Saúde. Funcionários viveram momentos de terror diante da fúria da população que chegou inclusive ameaçar de quebrar o Posto de Saúde na esperança serem atendidos!     Para o Secretário da Saúde de São Joaquim,  Felipe Pacheco,  infelizmente esta é a realidade de São Joaquim: - São 78 fichas que a Amures disponibiliza para São Joaquim, número que é medido pelo percentual de habitantes de cada cidade. Porém em São Joaquim essa percentagem não é suficiente. \"Pedimos para que os funcionários do Posto de Saúde anotassem o nome das pessoas que não puderam ser atendidas na manhã desta segunda-feira para que possamos intervir por elas. Além disso, já conseguimos resolver os problemas burocráticos que impediam de trazer remédios para o Posto de Saúde e já a partir desta próxima segunda-feira cerca de 100 a 120 novos medicamentos estarão disponíveis no Posto de Saúde\", declarou o Secretário da Saúde Felipe Pacheco.   Já a Prefeita Marlene Kayser sabe que esta é a situação e pretende ir até Lages na Amures intermediar um maior número de consultas com especialistas pelo consórcio da CISAMURES:   Informações: São Joaquim Online - Imagens Dionata Costa