O governador Raimundo Colombo participa nesta sexta-feira, 27, às 10h30min, em Lages, da apresentação do plano de investimentos da Sinotruk, uma das maiores fabricantes de caminhões do mundo. A unidade que a empresa chinesa vai construir na Serra terá investimento de R$ 300 milhões e vai gerar cerca de 1,1 mil empregos. A previsão é que as obras estejam concluídas até 2014, quando deverá ser entregue o primeiro caminhão da nova fábrica. “A fábrica de caminhões vai gerar um novo dinamismo porque vai ter uma grande capilaridade e empresas satélites ao redor. É uma grande conquista para a região serrana”, disse o governador Raimundo Colombo.

 

Foram pelo menos seis meses de negociação até a empresa optar por instalar a fábrica em Lages. Para atrair os investidores, a prefeitura concedeu a isenção do Imposto Sobre Serviços (ISS) e cedeu o terreno de 200 hectares, onde também vai funcionar o Parque de Inovação da Serra Catarinense, na localidade de Índios, ao lado da BR 282. Já o Estado ofereceu incentivos como a postergação da cobrança do ICMS. “É um investimento que trará o aumento do movimento econômico substancial além da geração de empregos diretos e indiretos. Por ela ser uma montadora, fatalmente fornecedores de peças e serviços se agregarão a esse complexo industrial”, comenta o secretário-executivo de Assuntos Estratégicos, Paulo Cesar da Costa (Costinha).

 

A fábrica terá capacidade inicial para a produção de 5 mil unidades, com previsão para chegar até 8 mil em até três anos. Neste primeiro momento, os veículos serão produzidos com material importado da China, mas a proposta é chegar ao fim do terceiro ano de operações com até 65% das peças nacionalizadas. De um caminhão Sinotruk, apenas vidros e pneus não são de fabricação própria da empresa. Esse ano, de acordo com informações da direção, as exportações da montadora já ultrapassaram US$ 1 bilhão, o que confirma a boa aceitação internacional, incluindo os mercados da Europa.