O dia 27 de julho de 2012 poderá ser emblemático para a economia de Lages, Serra Catarinense e Santa Catarina. A data marca a oficialização da instalação da 1a. montadora no Estado, a Sinotruk Caminhões.

\"\"

O evento realizou-se hoje pela manhã (27/07), no Serrano Tênis Clube. E contou com a presença do Governador Raimundo Colombo, do executivo chinês Jian Hear Zhang, do representante brasileiro da multinacional, Joel Anderson, além de dezenas de outras autoridades.

O prefeito Renatinho, em tratamento de saúde agendado e não possível de transferência em São Paulo,fez-se representar na mesa de autoridades pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico do munícípio, Carlos Eduardo de Liz (embora o vice-prefeito, Luiz Carlos Pinheiro estivesse no eveto e fosse \"solenemente\" ignorado pelo protocolo - possivelmente  por motivos políticos).

\"\"

Marcaram presença ainda no evento os Secretários de Estado  Costinha (Assuntos Estratégicos), Celso Calcagnoto (Fundos Desvinculados), José Carlos Oneda (Celesc), Jurandi Agustini (SDR Lages), Miguel Ximenres (Codesc), deputada federal Carmen Zanotto, empresário Luiz Spuldaro (presidente da ACIL), presidente da Câmara, Nilton Freitas, deputado estadual Elizeu Mattos, ex-secretário da Casa Civil, Antônio Ceron, entre dezenas de outras autoridades.

A SINOTRUK EM LAGES

\"\"

Joel Anderson, executivo da empresa no Brasil, foi quem repassou os dados sobre o empreendimento. Segundo ele, serão investidos numa primeira etapa na fábrica um total de R$ 300 milhões, gerando pelo menos 400 empregos diretos e mais 700 indiretos. A fábrica de Lages, que vai produzir toda a linha de caminhões do modelo A7 (com capacidade de cargas que variam de 7 a 32 toneladas),  será montada em terreno de 100 hectares, no Parque da Inovação da Serra Catarinense (PISC) - doado pelo município de Lages.

O cronograma de montagem da fábrica terá quatro diferentes etapas. De julho a dezembro de 2012 serão obtidas todas as licenças e autorizações necessárias para o empreendimento, além da execução da terraplanagem. De janeiro a julho de 2013 - 1a. fase de montagem da edificação física da  fábrica. Julho de 2013 a julho de 2014 - Montagem final da fábrica, aquisição e instalação de máquinas e equipamentos, início e finalização de testes para início de produção. Julho de 2014 a julho de 2015 - Início da etapa de nacionalização dos componentes (quando a fábrica começará a adquirir componentes de fornecedores brasileiros).

Com o início da nacionalização dos componentes, os investimentos da Sinotruk em Lages poderão chegar a R$ 1 bilhão, gerando 1.100 empregos diretos. Em 2014 a fábrica de Lages deverá produzir 5 mil caminhões por ano (mais de 400 por mês). Depois disso, a previsão é que passe a produzir até 8 mil unidades por ano.

No Brasil, a Sinotruk já conta com uma rede de 35 concessionárias próprias. Mas chegará até o final de 2014 a 62. Mas a fábrica de Lages também vai produzir para todo o mercado da América Latina.

AGRADECIMENTOS E MAIS AGRADECIMENTOS

\"\"

Nos vários discursos proferidos, os agradecimentos deram a tônica do evento. Spuldaro, presidente da ACIL, depois de agradecer a todos os parceiros envolvidos, principalmente os executivos da Sinotruck e o Governador Colombo, além da Prefeitura, fez menção especial a algumas pessoas, que, segundo ele, foram determinantes no processo.

- Paulo César da Costa - pelo seu incansável esforço com vistas à implantação do PISC;

- Marcelo Schlichting - que de uma pequena nota em um jornal quando a Sinotruk informava que se instalaria em Ponta Grossa - foi em busca da empresa, insistentemente, por várias vezes em Curitiba e mesmo na China, em companhia de Costinha. \"É prova de que quando se quer muito alguma coisa, e se vai em busca, as coisas acontecem\", agradeceu Spuldaro.

O presidente da ACIL agradeceu de forma especial também o empresário Mauro Wolfart pelo empenho no convencimento dos sócios brasileiros a apostarem em Lages, além do procurador, Dr. Nazareno pelo empenho com vistas à criação do PISC. E também pela presença do Sr. Wilson Brício, executivo da ZF (presente na  solenidade) - \"Sem os esforços para trazer a ZF, e tudo o que se conseguiu com isso, hoje a Sinotruk não seria realidade em Lages\", lembrou Spuldaro.

Todos os detalhes do evento na próxima edição da  Revista Visão - que circula nas bancas a partir do dia 10 de agosto.

Texto e Fotos: Loreno Siega - Revista Visão