Esta é a segunda vez que os artistas Maronil Martins e Juan Godoy expõem juntos suas obras. Intitulada “Arte Surreal e Abstrata”, a
exposição fica no Espaço Cultural Malinverni Filho no mês de agosto.


Apenas uma das nove obras de Maronil não utiliza somente as cores
azul, preto e branco. Mas todas elas representam a arte surreal. O
artista explica que o azul predominante em suas telas foi usado para
amenizar o impacto causado pelas figuras chocantes.


\"\"

 

A ousada arte do ex-bombeiro, que retrata muitas situações vivenciadasno cotidiano profissional, com temas como a morte, o horror e o sobrenatural, circulou o estado por dois anos no Circuito Cultural do Sesc. “Quem quiser ver essas obras têm que vir a Câmara, porque certamente será uma das últimas exposições”, diz o artista.

Godoy mostra a arte neoimpressionista abstrata em cinco peças. Uma das três mandalas chama a atenção por ser feita apenas com terra. “Usei aqui sete tonalidades diferentes e todas sem nenhuma coloração. É tudo natural”, explica.

\"\"

A tela medindo 3 metros de largura por 1,9 metros de comprimento ainda não foi acabada, porém já está exposta. Nela foi utilizada a técnica do automatismo psíquico, em que se espirra tinta na base do tecido. Nas outras, o artista, que pinta há 40 anos e já tem mais de 3 mil obras, utiliza apenas as mãos para compor suas obras. “Quase nunca uso pincel”, diz.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 13
 às
19  horas. As escolas que desejarem agendar um horário podem entrar em contato com a curadora do espaço, Iara Schlischting, pelo telefone 49-3251 5453.

Texto e fotos: Taina Borges - Asses. de Imprensa da Câmara