O prefeito de Lages, presidente do Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico, Meio Ambiente, Atenção à Sanidade dos Produtos de Origem Agropecuária e Segurança Alimentar da Serra Catarinense (Cisama), Renato Nunes de Oliveira vistoriou na sexta-feira, os 18 veículos que serão repassados aos municípios na sexta-feira desta semana, dia 10 de agosto, na solenidade de aniversários de 44 anos da Amures.

Renatinho que era presidente da associação dos municípios, quando foi constituído o consórcio, disse que não foi por acaso que a região está consolidando este grande feito. E observou que os veículos e os escritórios estruturados para implantar o Sistema Único de Atenção à Agropecuária (Suasa), são apenas os meios para que a região tenha um selo de identidade e origem. Em breve será pleiteado o selo do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI), que padroniza e harmoniza os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a inocuidade e segurança alimentar.

“Começamos neste momento a instrumentalizar e dar condições para que as agroindústrias familiares saiam da clandestinidade e possam levar seus produtos para as gôndolas dos supermercados. Este projeto é inédito em Santa Catarina e modelo para outras regiões do Pais”, declarou Renatinho acrescentando que os resultados hoje obtidos são fruto de um trabalho de continuidade e seriedade dos prefeitos.

O programa do Suasa possibilitará criar uma identidade regional dos produtos da agroindústria familiar. Além dos veículos modelo Gol, zero quilômetro, 18 escritórios equipados serão repassados para dar suporte técnico e orientação às agroindústrias familiares. O investimento total na compra dos veículos e escritórios chega a R$ 529 mil, sendo R$ 331 mil do Ministério do Desenvolvimento Agrário e R$ 198 mil contrapartida das prefeituras.

 

Onéris Lopes - Assessoria de Imprensa da Amures