O governador Raimundo Colombo autoriza, nesta quarta-feira, dia 12, em Lages, o lançamento do processo licitatório para a ampliação do hospital Tereza Ramos. O ato será no auditório da escola Vidal Ramos Júnior, às 19h. A Secretaria de Estado da Saúde investiu R$ 447 mil no projeto arquitetônico, e a construção está orçada em R$ 58 milhões. “A Serra catarinense espera por esta obra há bastante tempo, e ela vem sendo tratada como prioridade pelo Governo do Estado. Vencemos várias etapas, e agora vamos para a parte prática, que é a construção”, informa o secretário regional Jurandi Domingos Agustini.

Serão oito pavimentos, divididos em 12,9 mil metros quadrados, ao lado da estrutura que já existe, em um terreno doado pelo município. As duas alas serão interligadas por passarelas construídas alguns metros acima da rua que os separa. O novo prédio terá setor de urgência e emergência, Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) com 30 leitos, centro de diagnóstico por imagem, centro cirúrgico com 10 salas e 18 leitos de recuperação, 92 leitos de internação, que se somarão aos 204 atuais, e heliporto.

O diretor-geral do Tereza Ramos, Luiz Alberto Susin, que fará a apresentação do projeto antes da assinatura do edital, acredita que a ampliação do hospital representa a solução de vários problemas que afetam a saúde na região. “Hoje, as principais deficiências são a falta de leitos de internação e UTI. O novo projeto deve sanar essas questões”, explica o diretor.


Fábio Ramos

Assessor de Imprensa da SDR Lages