Um dos grandes gargalos ou estrangulamentos do setor da construção civil é a falta de mão-de-obra qualificada para quase todos os serviços do segmento,  como: pintor, pedreiro, carpinteiro, azulejista, encanador, eletricista, armador de  ferragens, aplicador de revestimentos cerâmicos, mestre de obras, entre outros. A partir de agora, no entanto, esse problema começa a ter uma solução.

\"\"

O SENAI de Lages apresentou a empresários e ao Sinduscon nesta quarta-feira (13/09), no final da tarde, uma completa e moderna unidade móvel de qualificação para o setor da construção civil. Trata-se de uma verdadeira sala de aula ambulante, preparada para receber  até 24 alunos ao mesmo tempo em turmas que poderão ser oferecidas para 11 diferentes tipos de curso. A unidade móvel, que teve um investimento do SENAI SC na faixa de  R$ 500 mil, além da sala de aula com oito bancadas (para 3 alunos cada)  equipadas com computador e acesso à internet, ambiente climatizado, tem data show, além de inúmeros outros dispositivos  como equipamentos e ferramentas utilizadas no dia-a-dia da construção civil.

\"\"

“Essa unidade móvel tem o que há de mais moderno para a qualificação da mão-de-obra da construção civil. Ela permanecerá em Lages por  pelo menos seis meses  ou enquanto houver demanda. Temos certeza que será fundamental para elevar o nível da qualidade da mão-de-obra de  um setor tão importante e que emprega tantas  pessoas”, explicou Telmo Altair Coelho, Diretor do SENAI de Lages.

 \"\"

Cursos que serão oferecidos na unidade móvel (manhã, tarde ou noite):

- Armador de Ferragem – 200 horas

- Instalador Hidráulico Predial – 160 horas

- Carpinteiro de Obras – 200 horas

- Mestre de Obras – 300 horas

- Pintor de Obras – 160 horas

- Eletricista Instalador Predial – 160 horas

- Desenhista da Construção Civil – 200 horas

- Pedreiro de Alvenaria Estrutural – 160 horas

- Pedreiro de Alvenaria – 160 horas

 - Pedreiro de  Revestimentos em Argamassa – 160 horas

- Aplicador de  Revestimento Cerâmico

IMPORTANTE: Empresas ou pessoas interessadas deverão entrar em contato com o SENAI de Lages (49-3221-3800)  ou com o  Sinduscon – Os valores dos cursos e/ou horários serão definidos conforme o fechamento das turmas, que terão de ter  pelo menos 24 alunos cada. 

Loreno Siega – Assessoria de Imprensa para o SENAI de Lages