Na quarta-feira, 19, o governador Raimundo Colombo inaugurou a policlínica de Lages. A estrutura começou a operar no início desta semana e realizou, em média, 500 atendimentos por dia. \"Todo mês estamos inaugurando leitos de UTI, que eram uma grande necessidade para a saúde do nosso Estado. E hoje fazemos a entrega desta estrutura que também vai proteger muitas vidas, pela prevenção e o diagnóstico precoce das doenças\", disse o governador.

A nova policlínica concentra 17 especialidades médicas diferentes e também centralizou os programas de saúde municipais em um mesmo local. \"Aqui, os pacientes já podem realizar três, quatro exames diferentes pedidos pelos médicos no mesmo dia\", explica a diretora de atenção especializada, Deborah Liz.

 

\"\"

Especialidades

Todas as especialidades, como oftalmologia, pediatria, geriatria e ginecologia, por exemplo, já estão funcionando. Temporariamente, a policlínica opera com equipamentos antigos da sistema de saúde municipal, enquanto aguarda a entrega dos adquiridos no dia 30 de agosto, em licitação de R$ 522 mil. São dez médicos atendendo em cada turno (manhã e tarde), em um quadro total de 60 médicos. O horário de funcionamento é das 8h às 17h.

Custo

A obra custou R$ 2,1 milhões e foi viabilizada pelo Governo de Santa Catarina, em parceria com o município. A Secretaria de Estado da Saúde investiu R$ 1,6 milhão, enquanto a prefeitura teve contrapartida de R$ 560 mil. O edifício tem 1,5 mil metros quadrados distribuídos em quatro pavimentos.


 

Informações Thiago Santaella / Secretaria de Estado de Comunicação