Nesta quarta-feira, dia 3/10, biólogos, professores e estudantes estarão reunidos em Florianópolis/SC para debater temas relacionados à Dyckia distachya, bromélia que habita as corredeiras da bacia do rio Uruguai e cuja preservação vem sendo alcançada graças a um ousado projeto de reintrodução de seus exemplares no entorno da Usina Hidrelétrica Barra Grande. Nesse dia, a BAESA vai realizar o “Seminário sobre Conservação da Dyckia distachya”. O objetivo é avaliar o trabalho desenvolvido e os resultados obtidos com a experiência.

O seminário é uma atividade prevista no plano de ação da BAESA para atendimento ao licenciame nto ambiental federal conduzido pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). A programação do evento prevê a apresentação de palestras, mesa redonda e questionamentos por parte dos participantes.

Rafael Masselli - Assess. de Imprensa da BAESA