A RBS-TV Centro Oeste realizou ontem à noite (04/10), a partir das 23h30min., o último debate na televisão entre os candidatos à Prefeitura de Lages. Durante aproximadamente 1 hora, os dois postulantes ao cargo de prefeito, Antônio Ceron e Elizeu Mattos, tiveram a última oportunidade de se dirigirem aos eleitores de Lages através da TV antes das eleições do próximo domingo.

\"\"

Profissionais da imprensa foram convidados para acompanhar, entre os quais estava o Gugu Garcia, aqui da Revista Visão, além de Milton Barão, Luiz Augusto del Moura, Ricardo Córdova, Paulo Chagas, Olivete Salmória, entre outros.

O mediador foi o jornalista Renato Igor, de Florianópolis.

\"\"

O debate teve três diferentes blocos. E no geral os dois candidatos demonstraram muito nervosismo. No primeiro, os candidatos responderam sobre temas previamente definidos e sorteados pelo apresentador na hora. Os candidatos responderam duas perguntas cada, nos seguintes temas: Transporte Público, Pavimentação, Lazer e Plano Diretor.

No segundo bloco, os candidatos fizeram perguntas livres ao seu oponente. Foi o momento de maior \"pegação no pé\" de um candidato para o  outro. Ceron, por exemplo, relacionou a equipe que Elizeu utilizou quando este comandou a SDR de Lages, em 2003. E disse que nenhuma das pessoas que ocuparam cargos chaves naquela secretaria eram técnicos da área mas sim políticos. E que isso seria um contracenso ao que está dizendo - que vai colocar \"pessoas certas nos lugares  certos\"  e montar um time de secretários técnicos.

Elizeu respondeu que o time  da SDR foi formado dentro do que lhe era possível naquele momento - utilizando servidores já existentes nas estruturas do Estado -  e que devia-se medir os resultados que obteve frente àquela pasta. \"A SDR foi nós quem  montamos. Não tinha sequer uma cadeira quando criamos, não tinha pessoas e local para funcionar. Fomos atrás de tudo. E fizemos muito - reforma e ampliação de 38 escolas da região, 5 mil ligações de energia elétrica para as propriedades rurais, tínhamos a Força Tarefa, o cinema itinerante. Nós fomos referência entre todas as SDRs de Santa Catarina. E teremos sim equipe técnica a partir do ano que vem na prefeitura\", respondeu Elizeu.

Num outro momento, Elizeu perguntou a Ceron do porquê de tantos ataques pessoais nos programas de rádio do candidato - Chegou a dizer que ficou com pena de seus filhos pequenos que na escola eram questionados todos os dias sobre esses ataques. Ceron respondeu que  jamais - ao longo de toda a campanha - falou mal de Elizeu ou de qualquer outra pessoa. E que só está e buscou trazer propostas boas para Lages.  Elizeu retrucou que os ataques de fato aconteceram - e que foram feitos pelos marqueteiros - Mas que Ceron devia ter maior controle sobre isso - o que demonstrou não ter - já que de fato aconteceram os ataques. \"O senhor passou a campanha atacando também, Elizeu. Não venha agora se fazer de vítima\",  retrucou Ceron.

      \"\"

 

Em outro momento, Elizeu relacionou vários municípios onde o PSD tem como candidatos a prefeito deputados estaduais (Joinville, Florianópolis, Blumenau, Rio do Sul, entre outros). \"Eu também sou deputado, Ceron. E vocês bateram muito que eu deveria continuar na Assembléia. Então isso só vale para mim? E os outros deputados do seu partido que são candidatos?\", indagou Elizeu. Ceron, por sua vez, perguntou a Elizeu porque teria nomeado um correligionário ficha suja para ocupar cargo importante no Governo do Estado - pessoa que teve de deixar o cargo devido a essa questão legal. Ceron se referia ao ex-prefeito Altamir Paes, de Otacílio Costa, que ocupava cargo na SC-Gás. Mas que devido a um problema que havia ocorrido antes, em sua administração, deixou o cargo para responder mais livremente ao processo.

Dois momentos engraçados. O primeiro foi um ato  falho de Ceron que ao se referir à proposta de construção do Parque da Cidade - apresentado por Elizeu - falou erradamente \"Parque da Saudade\" (o cemitário do empresário Sílvio Vallim - que não tem nada a ver com o peixe). Um segundo momento engraçado foi na mensagem final. Ceron puxou a carteira de trabalho do bolso para falar os 51 anos que tem de contrato de trabalho com o Myatã. O mediador mandou ele guardar já que nas regras estava previsto que nenhum candidato deveria  apresentar documentos ou materiais escritos ou impressos.

\"\"

 

ALGUMAS PROPOSTAS DE ELIZEU MATTOS:

- Pavimentar 150 Km de ruas e avenidas de Lages em 4 anos (asfalto nos caminhos do ônibus e paralelepípedos ou lajotas em outras ruas, nos bairros - sem cobrar nada aos moradores.

- Construir o Parque da Cidade;

- Extinguir algumas secretarias municipais e nomear \"pessoas certas no lugar  certo - com caráter técnico\";

- Discutir com a comunidade em reuniões ou audiências públicas sempre que for realizar obras que gerem impactos com os moradores - e  fazer a obra completa (com calçadas, rede de esgoto e de água, etc);

- Criar o Instituto de Planejamento de Lages - IPUL

ALGUMAS PROPOSTAS DE CERON:

- Construir 6  policlínicas - em regiões estratégias da cidade;

- Pavimentar 100 Km de ruas e avenidas em 4 anos - sem cobrar nada dos moradores (todos os corredores de ônibus em até dois anos);

- Implantar 7 arenas multiuso para o lazer e a prática de esportes - também em regiões diversas da cidade;

- Criar o Instituto de Planejamento Urbano - IPUL

- Apoiar as empresas locais - e atrair novas empresas - priorizando a geração de empregos e renda - \"Minha prioridade número 1\"

 

Loreno Siega - Revista Visão - Fotos: Gugu Garcia