Um dos motivos que levou o candidato oficial do Governador e da Prefeitura à derrota, no último domingo, em Lages, por pouquíssimos votos de diferença, não foi pela falta de  qualidade, vontade ou projetos apresentados pelos candidatos (Ceron e Sirlei). Mas pela  inexplicável lentidão na realização de obras durante quase todo o mandato do atual prefeito (e de seu time de secretários  municipais), que lhe deram apoio e sustentação.

Com exceção do período eleitoral - onde \"nunca antes na história desta cidade\" se viu tanta agilidade em ações e obras - o povo do paço achava que ninguém estava vendo ou ligando para as  promessas feitas e não cumpridas - e os prazos anunciados e nunca acompanhados.

Pois então - agora que o pleito passou - a gente gostaria de ver a mesma \"agilidade\" da Prefeitura em seus meses de \"despedida\". Afinal, até no sábado, dia 06 de outubro, à tarde, enquanto uns iam para carreatas haviam máquinas da prefeitura tapando buracos nas proximidades do Maxxi Atacado. Eu fiquei pasmo com tamanha \"vontade\" de trabalhar....

Seria muito bom  ver essa agilidade agora - depois das eleições - com assinaturas de ordens de serviço para novas  obras - máquinas e gente trabalhando a todo vapor. Tivessem feito isso antes - talvez até eu - ou com certeza eu - pudesse ter ajudado nas eleições.

Mas a gente não aguentava mais tanta lerdeza, falta de transparência e absoluta preguiça de administrar. Então, a mudança era mais do que necessária.

Loreno Siega - Revista Visão