Nesta quinta-feira, 25, o Governo do Estado consolidou mais uma importante etapa do Pacto por Santa Catarina, ao anunciar um investimento de R$ 530 milhões na segurança. As ações serão executadas pelas secretarias de Segurança Pública e Justiça e Cidadania. Os recursos serão aplicados em estrutura, mobilidade policial, equipamentos de proteção individual, ampliação do sistema de vigilância eletrônica e construção de unidades prisionais e socioeducativas.

O governador Raimundo Colombo não participou da cerimônia porque cumpre agenda com ministros em Brasília, mas falou sobre os pactos durante a última semana, durante sua passagem por Lages. “Todas as áreas estão recebendo investimentos. Em breve, iremos anunciar ações que ajudarão a garantir a segurança dos catarinenses, bem como o bom atendimento nos órgãos ligados ao setor”, disse Colombo, durante a Expolages. O lançamento dos pactos foi coordenado pelo vice-governador, Eduardo Pinho Moreira. Uma mensagem de Colombo foi exibida em um telão.

\"\"

Em Lages, a secretaria de Justiça e Cidadania construirá um novo presídio feminino, com 600 vagas, e um Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), com 60 vagas. O investimento será de R$ 35,3 milhões. Nos próximos meses, o Governo avaliará terrenos para a edificação das unidades. “Estamos reunindo todos os esforços da atual administração estadual. Nós temos tudo para ser o primeiro Estado do país a zerar o déficit carcerário e dar condições reais de resocialização para os presos, em especial aos menores”, disse a secretária da Justiça e Cidadania, Ada de Luca.  

 A secretaria de Segurança Pública, por sua vez, disponibilizará ao Estado – e em consequência à região serrana – mais policiais civis e militares; novas viaturas, ambulâncias, caminhões embarcações e ônibus; mais câmeras de videomonitoramento; e equipamentos em geral. “Acreditamos que os projetos definidos neste Pacto, além de potencializar as ações de segurança trarão benefícios, reduzindo os índices de criminalidade”, disse o secretário da Segurança Pública, César Augusto Grubba.

Informações Fábio Ramos / SDR de Lages