Mais de 700 pessoas são esperadas neste sábado (10/11), no Concerto da Orquestra Sinfônica de Lages, no Teatro Marajoara. Pelo quarto ano, o concerto se destaca como um dos grandes eventos culturais da cidade. E nesta apresentação, um dos músicos se apresentará com um oboé, instrumento de sopro considerado de técnica mais difícil de tocar, porque requer grande controle respiratório e relativamente altas pressões de sopro.

O concerto iniciará às 20 horas, sob a regência do mastro Joed Jeffer Ferreira de Melo, coordenador de cultura da Amures. Ele colocará no palco  mais de 100 músicos entre integrantes da Orquestra Sinfônica, Coral da Orquestra Sinfônica de Lages e Coral Martin Luther. Também se apresentará no espetáculo desta noite, um grupo de violoncelo da região do Alto Vale, Catarinense Cello Ensemble.

Ao todo a plateia se deliciará com 15 músicas, sendo cinco na abertura pelo grupo Catarinense Cello Ensemble e dez com a Orquestra Sinfônica e os corais juntos. O repertório contemplará músicas como Danúbio Azul, de Strauss, Contê Partiro, de Andrea Butieri e dentre outras, Nessun Dorma, de Luciano Pavarotti.

A programação de ordem das músicas será entregue às pessoas que forem ao teatro. O espetáculo deve durar uma hora e meia e antes de cada música será apresentada uma pequena biografia da composição. Isso ajudará para que os músicos façam exercício rápido de respiração, pois as músicas exigem tons muito agudos e exigem nas apresentações.

Onéris Lopes - Assess. de Imprensa da Amures