A análise administrativa e financeira dos dois mandatos que esteve à frente do executivo da prefeitura de Curitibanos foi a pauta da coletiva de imprensa do prefeito Wanderley Agostini, na terça-feira (11 de dezembro). Segundo Agostini, seus mandatos, de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012 foram baseados na valorização e respeito para com as pessoas. “Vamos sair com a cabeça erguida e com sentimento de dever cumprido”, afirmou.

Conforme relatório apresentado por ele, nos últimos oito anos, Curitibanos aplicou R$ 51,592 milhõesem investimentos. Sendo que deste total, 60,19% são de recursos do município e os outros 39,81% de recursos provenientes de convênios com os governos estadual e nacional. A média anual de investimentos com relação à receita do município é de 16%, valor acima da média nacional.

O chefe do executivo destacou que a administração de Curitibanos teve todas as suas contas aprovadas, de 2005 a 2011, pelo Tribunal de Contas do Estado “o que comprova a lisura com que o dinheiro público foi tratado”, enfatizou lembrando que o município foi reconhecido pela Fundação Getúlio Vargas entre as quatro melhores do sul do país, considerando os municípios com população até 50 mil habitantes no prêmio “Municípios que fazem render mais”.  A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) classificou Curitibanos entre as cem melhores administrações financeiras do Brasil no quesito investimentos e no consolidado, na posição 212 (de 5.565 municípios); e entre as 20 melhores administrações (de 293 municípios) de Santa Catarina.

Ainda sobre obras e realizações lembrou que, mesmo em um período quando muitos municípios na região e no país estão encontrando dificuldades para fechar o balanço orçamentário, a prefeitura de Curitibanos, por sua “saúde financeira”, continua investindo de forma muito efetiva. Wanderley informou que o investimento em obras e ações continua, referindo-se a assinatura de contrato de mais de R$ 32 milhões, com a Casan, para investimentos em saneamento básico, ao termo de autorização para instalação do primeiro loteamento regularizado dos últimos 20 anos, no bairro Universitário e à entrega de três novos ônibus para educação, o primeiro, com acessibilidade para cadeirantes, adquirido com recursos do FNDE, entregue nesta semana e mais dois novos até o final do ano.

Informou que na próxima semana, assina contrato de mais de R$ 4 milhões, provenientes de emenda do deputado Onofre Agostini, para duplicação da Avenida Leoberto Leal. E escalonou as obras já autorizadas e em curso, como a pavimentação asfáltica na Avenida Fioravante Ortigari e na Rua Oliveira Pires. As construções de novo Centro de Educação Infantil no Bairro Getúlio Vargas e da Escola de Campo em Santa Cruz do Pery. Na área da saúde, confirmou que tem confirmação de repasse de R$ 6,5 milhões, pelo do Governo do estado, para construção da Policlínica.

Das ações para o desenvolvimento do município, ocorridas no período, Agostini destacou a instalação da empresa Berneck S/A, maior investimento do estado já concluído, no valor de R$ 670 milhões. A empresa firmou parceria com o município também para aquisição de equipamentos para o Hospital Hélio Anjos Ortiz e para a construção dos CEIs Norma Berneck e Bernardo Von Muller Berneck. O funcionamento da empresa contribuiu, ainda, para a ampliação do número de vagas de emprego. Segundo dados do Caged, Curitibanos registrou crescimento de 743% do nível de empregos.

 

Precatórios e dívidas pagas

Sobre regularização de dívidas anteriores a seus dois mandatos, relatou que somente em precatórios e dívidas adquiridas quitou mais de R$ 10 milhões, sendo: R$ 5,285 milhões em precatórios e R$ 5,492 milhões em dívidas (como de INSS, por exemplo). Agostini esclareceu que deixa à próxima administração apenas uma dívida a longo prazo, que foi um financiamento de R$ 1,250 milhão, utilizados para a aquisição de equipamentos para a renovação do parque de máquinas do município. Em contrapartida, o novo prefeito já receberá o município com diversas obras em andamento. Para estas obras, os recursos já estão garantidos e o valor da contrapartida está disponível na conta da prefeitura.

 

Servidores Municipais

Sobre o número de servidores Municipais, o prefeito Agostini informou que atualmente a administração tem 1.164 funcionários. Destes, 46,56% estão a serviço da Secretaria Municipal de Educação e Cultura; 23,02% da Secretaria de Saúde; e 15,63% da Secretaria de Obras. Ao final da coletiva o prefeito destacou que o sucesso da administração dependeu do empenho e da dedicação de cada um dos servidores municipais. “Com a equipe que tenho, não tenho medo de administrar cidade alguma”, finalizou.

Participaram da entrevista, representantes das rádios Movimento FM e Coroado AM, do Jornal A Semana, da Revista Fique de Olho e do Jornal Via Pública Online, além dos membros do colegiado municipal e dos empresários Aloísio Werneck e Giorton Wernck.

 

 

Informações Imprensa Prefeitura Curitibanos