Toni Duarte, vice de Elizeu Mattos, tem pela frente uma missão bastante espinhosa. Teria sido escalado pelo prefeito para estar à frente da próxima Festa do Pinhão, na condição de Presidente da CCO.

Acontece que ele não está querendo assumir se não tiver as rédeas do cavalo seguras pelas duas mãos.  

- \"Por que não vai aceitar o cargo, Toni?\", perguntamos há poucos dias.

- \"Porque o povo lageano não aceitaria  pagar ingresso todos os dias. E eu não quero bater diretamente de  frente com quem quer isso logo no início da administração.\"

Pois agora..... o que dizer, né....?

- Será que de novo a discussão maior sobre a Festa do Pinhão será sobre valor de ingressos e os shows que virão ou deixarão de vir? Não daria para ampliar um pouco essa discussão sobre o caráter e o que se quer com o evento?

Loreno Siega - Revista Visão