O prefeito Elizeu Mattos, o vice Toni Duarte, o secretário de Estado de Assuntos Estratégicos, Paulo Cesar da Costa (Costinha) e o secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Jurandi Agustini, estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira (9), na prefeitura de Lages, discutindo uma série de assuntos ligados a instalação de novas empresas e apoio as que já operam no município. Mas o principal tema foi o que está sendo chamado de “Operação Sinotruk”. A ordem dada em conjunto é esta: até fevereiro, tudo o que se relaciona a burocracia deverá estar resolvido.

A solução envolve várias secretarias municipais. Para melhor trabalharem em conjunto, os secretários de Desenvolvimento Econômico, Luiz Carlos Pinheiro Filho; de Finanças, Matheus Lunardi; e o Procurador-Geral do Município, Fabrício Reichert, acompanharam a reunião. “Vamos concentrar ações e dar celeridade ao processo. Haverá datas, e os prazos serão cumpridos. Nossas obras terão data para começar e terminar”, enfatizou o prefeito.

Costinha informou que, daqui a duas semanas, engenheiros da Sinotruk estarão em Lages vistoriando o terreno e tratando de detalhes sobre o projeto de infraestrutura de instalação da empresa, que envolve os governos municipal e estadual. No encontro da manhã desta quarta-feira, deu-se início também a conversação entre os dois poderes com relação a áreas para atrair novas empresas e ampliar aquelas que buscam apoio para se desenvolverem e gerarem mais trabalho e renda.

 Onde será instalada a Sinotruk

 O terreno que abrigará a Sinotruk do Brasil, em Lages, está localizado na BR-282. Fica a aproximadamente 800 metros à frente do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), seguindo em direção à Florianópolis. A área está situada em frente ao acesso que leva ao aterro sanitário (o aterro é à esquerda, e o terreno destinado à Sinotruk fica, assim, à direita de quem segue para o Litoral). São aproximadamente 1,5 milhão de metros quadrados.

 Assessoria de Imprensa da PML - Fotos:  Nilton Wolff