Uma equipe da Secretaria do Meio Ambiente, coordenada pelo gerente de Praças e Parques, Rafael Pitz, e pelo engenheiro agrônomo Giovane Guesser, concluiu o projeto de revitalização da Cacimba, ponto histórico de Lages localizado na rua Carlos Joffre do Amaral, em frente ao prédio do grupo SCC. Na manhã desta segunda-feira (4), o secretário Mushue Hampel fez vistoria no local. Foram realizados serviços gerais de limpeza e substituição de materiais utilizados para cercar a Cacimba. Houve ainda o conserto da calçada, plantio de flores e outros serviços.

A Cacimba estava abandonada, com o sistema de água obstruído, provocando o empoçamento. Isso gerava reclamações e problemas com a Vigilância Sanitária, até que a Secretaria do Meio Ambiente, já a partir de janeiro deste ano, elaborou projeto de revitalização daquele bem público. “A água que abastece a Cacimba vem de uma fonte situada nos fundos do prédio do SCC. Tivemos que desobstruir os canos e agora o escoamento das águas está normalizado”, contou Hampel.

A Cacimba fica a cerca de 100 metros abaixo da igreja Santa Cruz e suas águas teriam saciado a sede do Monge João Maria Agostini quando de sua passagem por Lages,  há mais de 100 anos. Com a implantação do sistema de água encanada, a Cacimba chegou a ser soterrada. Em 1976, devido ao valor histórico, foi restaurada e mais tarde tombada pelo Patrimônio Histórico.

 Foto: Toninho Vieira - Assess. de Comunic. Social da PML