Com a proposta de estreitar a relação entre o governo federal e os municípios, o gerente Regional da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Maurício Weidgenant,  apresentou na tarde desta quarta-feira, na Amures, um detalhamento dos investimentos federais através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). E definiu com os prefeitos para que detalhem os convênios e restos a pagar individualmente com cada município.

Para afinar o diálogo acompanhou a reunião, o gerente regional da Superintendência da Caixa Econômica Federal em Criciúma, Gilberto Onofre da Luz. O que explicou o interlocutor do governo federal é que há previsão de serem investidos R$ 66,8 bilhões do PAC na relação direta com os estados e municípios. “Desse montante,  R$ R$ 35,5 bilhões são recursos destinados a processos seletivos, como PAC Pavimentação, Mobilidade Urbana e Saneamento Básico”, explicou Maurício Weidgenant.