Neste ano, assim como desde 2011, a colheita do pinhão inicia oficialmente no dia 1 de abril e deve durar até quando existirem pinhas disponíveis. A colheita foi antecipada, porque quando ela iniciava no dia 15 de abril, as pinhas já estavam maduras, prontas para colheita e consumo. Sendo que a regra antiga previa a proibição da colheita até o dia 15 de abril.

Este ano, o comandante da Polícia Militar Ambiental (PMA), de Lages, Frederick Rambusch, conta que não houve nenhuma autuação. “O comércio de pinhão antes desta data fica reduzido, em função da pouca disponibilidade de pinhas maduras. E as que amadurecem antes do dia 1 de abril, devem ser deixadas na natureza, para os animais que vivem na floresta se alimentarem”, explica.

O papagaio charão é um dos animais que vem para a região Sul na época do inverno, em busca de alimento. “Há escassez de alimento na floresta e o papagaio vem do Uruguai e Argentina, para a nossa região em busca de alimento, um deles é o pinhão”, comenta.

Assess. de Imprensa da Polícia Ambiental de Lages