Os aeroportos de Correia Pinto e de Jaguaruna começaram a ser construídos na mesma época, em 2001. Ao longo destes anos, os dois sofreram e sofrem do mesmo mal - a verdadeira \"letargia\"  dos vários governos para dar continuidade às suas obras e concluí-los.

Só que o de Jaguaruna, nos últimos tempos, tem conseguido uma atenção especial do Governo do Estado, especialmente do órgão responsável, Secretaria de Infraestrutura (através do Deinfra). Tanto é verdade que Colombo esteve ontem em Brasília articulando ações com Moreira Franco, da Secretaria Nacional de Aviação Civil, para que o aeroporto de Jaguaruna comece  operar e o de Joinville tenha sua pista ampliada em mais 450 metros.

De acordo com release enviado à imprensa pela comunicação social do Governo do Estado, Colombo assim se pronunciou a respeito: “Buscamos apoio para o Plano Regional de Aviação, que estamos colocando em prática. O aeroporto de Jaguaruna, por exemplo, é essencial para o desenvolvimento do Sul do Estado”, expressou Colombo.

Perguntamos: E o aeroporto de Correia Pinto, governador? Não é essencial para o desenvolvimento da Serra Catarinense, tua terra natal? Ou vamos ter de esperar mais quantos anos para que seja concluído e entre em operação?

Loreno Siega - Revista Visão