Com a presença da Ministra das Relações Institucionais da Presidenta Dilma Rousseff, Ideli Salvati, uma espécie de \"embaixadora\" para as causas de Lages e da Serra Catarinense em Brasília, foi assinada hoje pela manhã (06/04), no CAIC Santa Catarina, a Ordem de Serviço para o início das obras do esgotamento sanitário daquela região da cidade.

\"\"

As obras, que terão dois anos de prazo para conclusão, representam investimentos de R$ 24.376.754,06 do Governo Federal - no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). As obras vão beneficiar um total de 21.200 moradores dos bairros Promorar, Santo Antônio, Santa Clara, Novo Milênio, Centenário, São Luiz, Araucária e Santa Catarina, totalizando 5.300 residências.

\"\"

Serão instaladas 5 estações elevatórias e uma Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), semelhantes às existentes no bairro Caça e Tiro e já em funcionamento. Ao todo, serão 39 mil metros de redes coletoras nestes bairros, que somados aos 15 mil metros já existentes, totalizarão 54 mil metros de redes.

\"\"

O prefeito Elizeu Mattos, bastante agradecido à Ministra Ideli e ao Governo Federal pelo aporte de recursos para mais esta importante obra em Lages, declarou que somente esta obra representa 15% de todo o esgoto gerado em Lages. \"Com os 25% de esgoto tratado que já temos, serão 40% de esgoto tratado após essa obra. E nós queremos e precisamos muito mais. E tenho certeza que com o apoio da Ministra Ideli e do Governo Federal, vamos conseguir\", destacou.

\"\"

O prefeito fez algumas comparações com a obra. \"Parece pouco 15% do esgoto de Lages. Mas isso representa todos os moradores somados de oito municípios da região da Amures. É como se zerássemos o tratamento de esgotos de todas essas cidades ao mesmo tempo\", comparou.

\"\"

Em seu pronunciamento, a Ministra Ideli lembrou das várias obras que o Governo Federal já realizou ou está realizando em Lages, como: implantação das vias marginas na BR-282 (mais de R$ 50 milhões - em fase de conclusão), complexo da Av. Ponte Grande (R$ 80 milhões - incluindo urbanização, pavimentação da via, esgotamento sanitário e relocação de famílias - ordem de serviço foi assinada há poucos dias), vários conjuntos habitacionais no Programa Minha Casa, Minha Vida, recursos para o Bolsa Família, aquisição de máquinas e equipamentos para os  municípios, recursos para a saúde (UPA, Hospitais, etc),  implantação do Instituto Federal em Lages e Urupema, entre tantos outros.

\"\"

Ideli falou que o Governo Federal - com Lula e agora com Dilma, tem um grande compromisso de fazer com que as desigualdades sociais e regionais sejam amenizadas no Brasil. E que isso também vale nos investimentos a serem feitos pelo Governo. \"Quem mais precisa, deve receber mais. Isso vale também para a Serra Catarinense. Vocês precisam mais do que as outras regiões\", destacou.

A Ministra colocou-se à disposição de Lages e da região para alocar mais recursos junto ao Governo Federal. \"Podem contar comigo. Estarei lá para ajudá-los\", destacou.  Um grande número de autoridades participou e prestigiou o ato, que encerrou por volta do meio dia.

Loreno Siega - Revista Visão