Alunos de 16 cursos começaram as atividades na Escola de Artes da Fundação Cultural de Lages (FCL) nesta segunda-feira (15). O prédio onde ficará a instituição está sendo adequado e, por enquanto, as aulas serão ministradas em locais alternativos como Biblioteca Pública Municipal, Centro Ambiental Ida Schmidt, Teatro Marajoara e FCL.

As aulas de guitarra, um dos cursos inéditos, estão ocorrendo no Marajoara. A estudante de Designer, Luzia Dalmina, teve o primeiro contato com o instrumento nesta tarde. “Há muito tempo eu queria aprender. Com essa oportunidade ficou mais fácil porque o horário é bom e o curso é gratuito”, destaca. O professor Matheus Colossi lembra que os alunos de guitarra são atendidos individualmente como fase experimental. Essa opção proporciona melhor aproveitamento durante os 50 minutos de aula.

O diretor de articulação e difusão cultural, Adilson Oliveira, diz que, embora algumas limitações, os alunos estão sendo assistidos. Ele destaca que a mudança de local foi necessária para dar condições de atender as demandas da proposta pedagógica organizada para este ano. “Queremos oferecer aos nossos alunos e professores um local apropriado para melhorar cada vez mais a qualidade dos ensinamentos”, ressalta.

A Escola de Artes funcionará onde já se instalou o Procon, na esquina da Praça da Catedral. A diretora administrativa, Carla Zonatto, destaca que esse espaço é bastante funcional. “Por ser um prédio mais antigo, as paredes são grossas e as aulas poderão ocorrer sem interferência acústica”, declara.

 

Informações Secretaria de Comunicação Prefeitura de Lages