Durante todo o dia de hoje, o Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS/Amures) promove o 1º Seminário de Combate ao Tabagismo. O evento está acontecendo na Facvest em Lages e conta com a participação de mais de 50 pessoas. Entre gestores de saúde, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos e agentes de saúde da região da AMURES. O encontro faz alusão ao dia mundial de combate ao tabagismo (dia 31 de maio) e pretende capacitar os profissionais na prevenção contra o vicio do fumo.

No período da manhã o pneumologista, Doutor Marcio Ávila mostrou aos presentes dados alarmantes sobre o assunto. Nos casos em que o paciente está tentando parar de fumar, 80% falham em apenas um mês. “5% dos pacientes com êxito, permanecem com abstinência da nicotina durante seis meses”, informou o Doutor. Ávila sugeriu que os profissionais de saúde precisam ser multiplicadores de informações a respeito dos males do cigarro. Assim, não só os profissionais farão a prevenção, mas os pacientes também passarão adiante esses dados.

\"\"


O cigarro contém cerca de 4.700 substâncias tóxicas e é responsável por provocar: tosse, mau hálito, perde de resistência física e imunológica, aparência envelhecida, infertilidade na mulher e impotência no homem. O fumo também é um dos principais responsáveis pelas mortes causadas por: doenças cardiovasculares e pulmonares, câncer de pulmão, rim, laringe, cabeça, bexiga, esôfago, estomago, entre outros.

De acordo com a coordenadora do CIS/AMURES, Nalú Terezinha Júlio, com a adesão dos participantes ao 1º Seminário, em 2014 será promovido a 2ª edição.