A Secretaria de Estado da Educação vai celebrar novo convênio com a Associação Regional das Casas Familiares Rurais e do Mar de Santa Catarina (Arcafar), no prazo de 30 dias, para viabilizar a contratação de técnicos que vão acompanhar os alunos em sala de aula e também nas propriedades rurais. O compromisso foi assumido pelo secretário, Eduardo Deschamps, durante reunião realizada na quarta-feira, 8,na sede do órgão na Capital, comrepresentantes da Arcafar e parlamentares.

O deputado Dirceu Dresch (PT) participou da reunião e fez um apelo ao secretário para agilizar a assinatura do convênio, que vem sendo tratado desde o ano passado. Ele também reiterou a importância das casas familiares rurais para o crescimento da agricultura familiar. “Cerca de 80% dos jovens que recebem formação nesses espaços permanecem nas propriedades. A didática diferenciada garante um ensino técnico que será aplicado napropriedade familiar do aluno.É um ensino diferenciado que entende e respeita as necessidades das pequenas propriedades e fomenta alternativas, como é o caso da produção orgânica”, explicou.

Conforme o coordenador estadual da Arcafar, Gelson Zanella, a expectativa é de que o convênio garanta R$ 1,2 milhão por ano para a contratação de monitores técnicos (agrônomos, veterinários e técnicos agrícolas). Em Santa Catarina há 19 casas familiares rurais nas quais estudam 850 alunos de 88 municípios. As unidades oferecem ensino técnico e ensino médio regular.

Assessoria de Imprensa de deputado estadual Dirceu Dresch