Fiquei morrendo de \"pena\" ao ler reportagem da jornalista Silviane Manrich, hoje pela manhã, no Correio Lageano, com os vereadores de Ponte Alta acusados de fazer \"farra\" com dinheiro público em diárias da Câmara....

Depois de vários dias \"fugidos\" para não serem presos (provavelmente no mato), os ditos cujos pagaram fiança no valor de mais de R$ 14 mil (parcelado) e se dizem inocentes.

Pasmem que um deles diz que esteve mais de 30 vezes na Capital em \"busca de recursos para o município\". E outro diz que esteve 21 vezes pelo mesmo motivo. Dizem ainda que conseguiram mais de R$ 3 milhões para o município com essas constantes viagens (sempre pernoitando na capital, claro).

Pois eu pergunto: será que eles sabem qual o papel constitucional de um vereador? Por acaso o vereador pode gastar dinheiro público para ir buscar recursos? O papel do vereador não é fiscalizar o Executivo e propor leis? Não é prerrogativa do prefeito (ou de seus secretários municipais) ir em busca de dinheiro ou encaminhar projetos?

Tenham a santa paciência, né senhores vereadores \"inocentes\" de Ponte Alta. Ninguém é burro de acreditar que foram dezenas de vezes à Capital buscar dinheiro... Ainda se fosse em Brasília..... Mas em FLoripa!!!!  Me poupem, né.....

Se esses caras me provarem que foram eles que conseguiram mais de R$ 3 milhões para Ponte Alta que venham a Lages. E eu voto neles para a Câmara daqui.....rssss

Loreno Siega - Revista Visão