Depois de passar por sérias dificuldades financeiras que quase resultaram no fechamento das portas, o hospital Frei Rogério, em Anita Garibaldi, conseguiu reestruturar-se, e está atendendo a casos de urgência e emergência, atenção básica e gestação, oriundos de vários municípios da Região dos Lagos. A reviravolta na situação aconteceu graças à intervenção de uma associação criada para colocar a casa em ordem, e a ajuda de R$ 200 mil do Governo do Estado, por meio do Fundo Social, para o pagamento de dívidas, contratação de funcionários e compra de medicamentos.

“A união em torno da causa fez com que uma instituição de saúde de extrema importância fosse devolvida a população da região, e vamos permanecer focados para vencer os desafios que estão por vir”, diz o Secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, que visitou o hospital, nesta segunda-feira, 27.

Fundado há seis décadas, o hospital tem 53 leitos de internamento, centro cirúrgico, salas de parto e esterilização e setor clínico. O Sistema Único de Saúde repassa R$ 38 mil por mês ao hospital. “Somos filantrópicos, e graças à ajuda de parceiros interessados na saúde das pessoas estamos conseguindo manter os atendimentos”, ressalta a presidente da associação que administra a instituição, Inês Bernadete Gerk.   

 

Informações SDR de Lages