Estima-se que Curitibanos tenha aproximadamente dois mil imóveis irregulares, sendo que a região mais crítica é o Bairro Santo Antônio, com cerca de 500 terrenos irregulares. A primeira reunião com moradores do bairro, promovida pela Administração de Curitibanos, através da Secretaria de Ação Social e Habitação, lotou o pavilhão da Capela São Pedro, no início deste mês. O processo para regularização já iniciou com levantamentos realizados por engenheiros do município para verificar a regularização dos lotes quadra a quadra.

Os moradores do Bairro Santo Antônio, em especial aos residentes nos antigos loteamentos Gralha Azul e Valderedo, devem aguardar o contato da equipe de engenharia para prosseguirem com a regularização. Os documentos necessários serão identidade, CPF e certidão de casamento.“O que nós queremos é que todos tenham seus terrenos regularizados, para que possam contrair financiamentos para melhorar suas casas, vender. Enfim, usar como lhe é de direito” afirma o prefeito José Antonio Guidi.

A regularização fundiária em Curitibanos é uma ação conjunta entre Executivo Municipal, Legislativo, Poder Judiciário, Ministério Público e Cartório de Registro de Imóveis.

Assess. de Imprensa da Pref. de Curitibanos