Os municípios catarinenses não precisarão arcar com os juros referentes a empréstimos feitos junto ao Badesc em 2013. O Governo do Estado pagará os valores para ajudar as prefeituras a aumentar a capacidade de investimentos. O projeto de lei que viabiliza a aplicação de recursos do tesouro estadual no subsidio do montante equivalente aos juros foi publicado no Diário Oficial em maio.

Na tarde de sexta-feira, 21, a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Lages reuniu os prefeitos da região para prestar esclarecimentos sobre o funcionamento da linha de crédito Badesc Cidades II. Neste ano, a Agência de Fomento disponibilizará R$ 350 milhões para financiamentos. O limite de crédito varia de acordo com a capacidade de endividamento de cada um dos 295 municípios do Estado. Os 18 municípios da região poderão financiar um total de R$ 22 milhões.

“Todos podem ter acesso aos recursos, basta apresentarem os projetos”, disse o diretor de Desenvolvimento de Negócios, Justiniano Pedroso. No ano passado, 90% das prefeituras financiaram junto ao Badesc. Com as novas condições, o número deve ser ampliado.

Os projetos devem ser encaminhados diretamente ao Badesc. A maioria dos prefeitos irá direcioná-los a infraestrutura urbana e a compra de máquinas e implementos agrícolas. Vânio Forster, de Correia Pinto, pretende aplicar os recursos na melhoria das vias de trânsito. “Vamos aproveitar a linha de crédito para asfaltar ruas”, diz o prefeito.