Operários e máquinas estão trabalhando a todo vapor para agilizar as obras de implantação da rede coletora  de esgotos do Complexo Araucária. É isso que o prefeito Elizeu Mattos conferiu no início da tarde desta quarta-feira (3) quando esteve visitando a rua Felício da Rosa Madruga, no bairro Santa Clara. “Estamos trabalhando para entregar esta obra em 18 meses. Sei que vai causar transtornos para os moradores. Mas os benefícios serão muito grandes”, comentou Elizeu.

Os trabalhos no bairro, que irão se estender por outros sete da região do Araucária, tiveram início na semana passada e consistem na instalação da rede coletora do esgoto,  que passa pelo centro da rua. De acordo com a engenheira da empresa Itajuí, responsável pela obra, Letícia Dibiasi, no total serão 40 quilômetros de valas abertas para a colocação de rede, ação que pretende concluir em no máximo um ano. “Estamos com um bom ritmo de trabalho”, disse a engenheira.

 Elizeu aproveitou para conversar com os moradores das imediações, onde alertou para a série de contratempos que irão surgir com a obra e os benefícios que ela irá proporcionar. “Os próximos meses serão de muitas dificuldades para todos que moram nesta região por causa da abertura dos buracos. Mas quando tudo estiver pronto, os benefícios serão muitos, a começar pela valorização dos imóveis e, principalmente, a melhoria na qualidade de vida de todos com o fim do esgoto correndo a céu aberto”, explicou.

 

O conjunto de obras do Complexo Araucária representa mais de R$ 24 milhões de investimentos, recursos do Governo Federal (PAC2).

 

Assess. de Comunic. Social da PML - Fotos: Nilton Wolff