Hoje pode ser considerado um dia histórico para o setor da saúde de Lages e de uma vasta região,  que compreende toda a Serra Catarinense, Meio Oeste e até de outros municípios do Estado - que no conjunto representam 66 municípios e uma população em torno de 800 mil habitantes.

\"\"

Tanto que o Governador Raimundo Colombo, após a assinatura de 4 diferentes atos, evento realizado nesta manhã no Hospital Tereza Ramos, comentou: \"Este é o meu dia mais feliz ao longo de mais de 30 meses à frente do Governo do Estado\".

\"\"

 

Não é para menos. Senão, vejamos:

1) Assinatura da Ordem de Serviço para que a empreiteira vencedora da licitação inicie imediatamente a construção da nova ala do Hospital Tereza Ramos, uma obra com 8 pavimentos, que comprreende 90 novos leitos para internação, 30 novos leitos de UTI, Centro Cirúrgico com 10 novas salas, 18 leitos de recuperação cirúrgica, além de uma série de outros setores, serviços e dispositivos de saúde (inclusive com heliponto para receber pacientes traumatizados vindos por aeronaves), um investimento total de R$ 44,9 milhões;

\"\"

 

2) Inauguração e início de operações do setor de radioterapia naquele hospital - um investimento de R$ 3,2 milhões só na etapa final e que demorou pelo menos 10 anos para ser implantado (as primeiras ações, lembrava a deputada federal Carmen Zanotto, começaram ainda na administração do prefeito Fernando Coruja, passaram por Décio Ribeiro e se aprofundaram durante o Governo de LHS). A cardiologia de Lages  atenderá 80 pacientes/mês - pessoas que muitas vezes precisam ficar dias e até um mês inteiro fora de casa, em tratamento - o que lhes causava grandes transtornos nos deslocamentos e na permanência nestes locais (Floripa ou outras cidades);

3) Autorização para a contratação de 62 novos profissionais para atuarem naquele hospital (o que aumentará a capacidade de operação e produtividade do hospital, ativando, por exemplo, duas novas salas de cirurgia que não funcionavam por falta de profissionais);

4) Autorização para que a Cardiolages realize em Lages mais 500 procedimentos em serviços de cardiologia (procedimentos que serão pagos pelo Governo do Estado - no ano passado haviam sido autorizados outros 500 destes procedimentos).

\"\"

 

A nova ala deve ficar pronta em 18 meses

Colombo fez um discurso forte contra a burocracia. Disse que o povo tem razão em sair às ruas porque não suporta mais esperar tanto tempo pelos benefícios que precisa. \"Vocês não imaginam a minha angústia em querer fazer as coisas acontecerem e ficar de mãos atadas porque todo dia falta um papel qualquer, uma vistoria, uma licença, um procedimento. Nós queríamos ter iniciado essa nova ala bem antes. Mas a burocracia impediu. É muito bom que as regras do serviço público no Brasil sejam questionadas e repensadas. É um momento propício para isso. Este, com certeza, é o dia mais feliz desde que estou no Governo, há 30 meses\", explicou. O prazo para que a nova ala esteja concluída é de 18 meses (janeiro de 2015).

 \"\"

Autoridades presentes

 Além do governador Colombo, marcaram presença no ato desta manhã, no HTR, inúmeras autoridades, como: Tânia Eberhardt (Nova Secretária de Saúde de SC), Paulo César da Costa (Presidente da SC-Par), Celso Calcagnotto (Secretaria do Fundo Social e Recursos Desvinculados), Nelson Serpa (Secretário da Fazenda),  Gabriel Ribeiro (Secretário Regional de Lages), deputada Federal Carmen Zanotto, prefeito Elizeu Mattos, Cosme Polese (SC-Gás), Pe. Edílson de Souza (Presidente da Amures), Dr. Luís Carlos Suzin (Diretor Geral do HTR),  outros prefeitos e vereadores.

Loreno Siega - Revista Visão