Institutos de pesquisa  (CNI e Ibope) divulgaram ontem duas diferentes avaliações do povo sobre a   aprovação  da PresidentaDilma e de todos os governadores do país.

Como era de se esperar, depois das intensas manifestações pelo país afora (que acalmaram mas que vem acontecendo há quase dois meses), a aprovação  da Presidenta Dilma caiu da faixa de 50% para 31%. Esse é o percentual de pessoas que responderam que o governo da Presidente é bom ou ótimo.

Já com relação aos governadores, Eduardo Campos (PSB), de Pernanbuco, aparece na dianteira entre os mais aprovados, com 68% de bom ou ótimo. Raimundo Colombo, de Santa Catarina, aparece em 5o. lugar (com 49%), atrás ainda do  Ceará (54%), Paraná (52%) e  Minas Gerais (com 50%).

Mas, pergunta-se: que valor têm esse tipo de pesquisa há 15 meses das próximas eleições? Com relação à Dilma, basta o Brasil concluir todos os estádios e boa parte da infraestrutura urbana de mobilidade urbana para a Copa do Mundo - e vencer esse campeonato - que tudo mudará de figura. Isso sem falar que em ano eleitoral os governantes - todos - começam a inaugurar obras e lançar projetos mirabolantes para ficar de bem com o povo.

Quanto aos governadores, também é cedo para uma avaliação mais profunda. Afinal, em Santa Catarina agora que Colombo começa a sair do chão. E até junho do próximo ano deverão haver muitas inaugurações com os R$ 9,4 bilhões a serem investidos em todas as regiões.

Então, muito cedo para essas avaliações surtirem algum efeito.