Está marcada para as 10 horas desta quarta-feira (31/07), em frente da Catedral de Lages, uma manifestação dos médicos da cidade e região. Eles protestam contra as recentes mudanças impostas à categoria pelo Governo Federal, entre as quais está o estágio obrigatório de dois anos nos postinhos de saúde antes do exercício legal da profissão, a autorização para o ingresso de médicos estrangeiros no país sem o necessário processo de revalidação do diploma, a falta de equipamentos e de infraestrutura para o exercício da profissão na saúde pública, entre outras questões.