A exposição “O último verão de Malinverni Filho” está aberta à visitação pública até o final do mês de agosto no Serviço Social do Comércio (Sesc). É uma parceria da Fundação Cultural de Lages (FCL) e o Sesc. O evento é referente à passagem dos 100 anos de Agostinho Malinverni Filho, nascido em 1913, tendo vivido até 1971. Além de “desvendar” a intimidade do artista, possibilita uma “viagem” no tempo.

“Muitas pessoas ainda não conhecem Malinverni. Essa exposição é um resgate desse grande artista, do que ele pode ser para o futuro das artes visuais em Lages”, ressalta o curador da exposição, Rudimar Cifuentes. Dirigentes de escolas podem agendar visitas monitoradas à exposição para os alunos pelo telefone (49) 3222-3936.

As fotos registram em detalhes como as pessoas viviam entre 1913 e 1971. “Percebe-se, no conjunto das 70 fotos, o aspecto humano e familiar de Malinverni”, ressalta o diretor de Articulação e Difusão Cultural da FCL, Adilson Freitas. Avesso às formalidades sociais impostas na época, Malinverni gostava da simplicidade, de jogar bilhar, de festa de São João, de ir à praia e contar piadas. São momentos que se transformam com o passar dos anos, mas a elegância fazia parte do meio artístico e dos meios políticos na época. Ele viveu esses momentos através das exposições que realizou no Rio de Janeiro, com a presença de artistas e políticos, como o presidente Getúlio Vargas.

 

Informações Secretaria de Comunicação Prefeitura de Lages