A partir das 13h desta sexta-feira (2), alguns serviços da Secretaria de Saúde de Lages estarão indisponíveis. O motivo é a última etapa de implantação do processo de informatização, com a substituição do servidor de Banco de Dados do sistema G-MUS, que trará melhor desempenho e agilidade nos atendimentos. Os serviços que estarão sem acesso em parte do período da tarde são agendamento de consultas, autorização e lançamentos de resultados para exames, carteira de vacinação, raios X e lançamentos das produções que as clínicas e laboratórios utilizam tanto na Secretaria de Saúde quanto nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Para que o Banco de Dados seja substituído é necessária a paralisação. “Não há como migrar um banco de dados para outro servidor se o mesmo continuar funcionando. Executar a troca com o sistema parado garante a sua integridade”, explica o responsável pelo setor de Tecnologia da Informação (TI), da Secretaria de Saúde, Claiton Camargo de Souza.

A previsão é que, em até quatro horas, o sistema volte a operar. A mudança acontecerá em horário comercial para que a equipe tenha o suporte necessário que as empresas do ramo oferecem. “Esta foi uma decisão da secretária Cristina Subtil, com o objetivo de evitar que os serviços fiquem parados por mais tempo”, afirma Claiton. Durante o período de migração, os serviços da Farmácia Básica Municipal também serão interrompidos. “Infelizmente não tem como a Farmácia Básica continuar funcionando, mas a migração será feita de maneira rápida para que os transtornos sejam os menores possíveis”, diz.