Hoje pela manhã  (15/1) o Presidente do Instituto Órion, Roberto Amaral, acompanhado do Secretário Regional de Lages, Gabriel Ribeiro, do prefeito em exercício, Toni Duarte e do empresário Valmir Tortelli, do Núcleo de TI da ACIL, estiveram visitando as obras de construção do prédio central do Órion Parque, que está sendo implantada pela construtora JK Engenharia entre os bairros São Paulo e São Francisco, próximo ao terreno do IF-SC. “Estamos impressionados com o rápido andamento das obras. Depois de um longo tempo de espera, acreditamos que até o final deste ano ou no máximo até o começo de 2015  os quatro pavimentos e todo o prédio central, com 4 mil metros quadrados de área construída, estejam prontos”, explicou Roberto Amaral.

Segundo ele, o objetivo da visita foi fortalecer ainda mais as parcerias existentes com os vários órgãos públicos, entidades e empresas  envolvidos com o projeto, que quando pronto precisará ser gerido por um conjunto de três diferentes atores/forças  institucionais: Universidade(s), Governo(s) e Empresas, uma espécie de “Tríplice Helice”, explicou Roberto Amaral. “Este projeto dará uma nova dinâmica à economia de Lages. Teremos aqui empresas de ponta, do setor de tecnologia, que significa fazer o conhecimento se transformar em produtos e em dinheiro, gerando empregos de qualidade, coisa que estamos precisando muito”, explicou Toni Duarte, prefeito em exercício. “Já somos parceiros e vamos continuar apoiando no que for necessário”, enfatizou.

 

Para o Secretário Regional,  Gabriel Ribeiro, com o Órion Parque Lages torna-se referência em Santa Catarina no setor de tecnologia e avança rumo a um novo ciclo de desenvolvimento econômico. “O Governo do Estado, através da Fapesc, desde o começo acreditou e aprovou a iniciativa. Tanto que aportou R$ 5 milhões para a construção deste prédio central ainda em dezembro de 2011”, lembrou. “Agora, finalmente, a obra avança rápido. E vamos continuar apoiando naquilo que for necessário e possível. Lages precisa muito disso”, disse Ribeiro.

Cinco empresas confirmadas

Joel de Oliveira, presidente da Associação de Moradores dos bairros São Paulo e São Francisco, também esteve acompanhando a visita. Ele disse estar feliz com o empreendimento naquela região da cidade. “São dois bairros onde residem pessoas humildes e que precisam muito deste tipo de iniciativa. Vamos reunir a comunidade e buscar nos integrar, quem sabe qualificando aqui nossos jovens e também gerando oportunidades de trabalho nas empresas que futuramente aqui vão se instalar”, enfatizou. “O IFSC aqui perto, e agora o Órion Parque e as várias indústrias aqui instaladas vão valorizar muito essa região carente da cidade”, acrescentou.

 

As obras do prédio central do Órion Parque iniciaram oficialmente no dia 19 de julho de 2013. O prazo de entrega por parte da construtora JK Engenharia é janeiro de 2015. Mas, pelo atual estágio da obra, acredita-se que será possível concluir com até três meses de antecedência. O prédio central terá 4 pavimentos, com 4 mil m2 de área construída. O investimento total é de R$ 6,2 milhões (R$ 5 milhões do Governo do Estado e mais R$ 1,2 milhão da Prefeitura).

Haverá um grande hall livre e coberto no andar térreo, onde poderão ser realizadas exposições e outros eventos, além de abrigar serviços de apoio como correios, lanchonetes e banheiros. No andar superior, será construído um auditório duplo para até 400 lugares (200 + 200). E nos outros dois pavimentos haverá salas para a administração do Parque Tecnológico (que possivelmente será feita pelo Instituto Órion), além de salas de treinamento e para abrigar pequenas empresas de tecnologia a serem incubadas (há mais de 20 projetos inscritos). Nos demais terrenos do complexo, cujo área total  tem 89 mil metros quadrados, serão instaladas outras quatro empresas e uma instituição. São elas: NDDigital, Softecsul, Flex Contact Center, Plasoft e Faculdades Tecnológicas do SENAC/SC.

 

 

Loreno Siega – Assesssoria de Imprensa do SCC