A Polícia Militar Ambiental realizou sábado (25/01) uma operação de fiscalização aquática contra pesca predatória nos Rios João Paulo e Canoas, abrangendo os municípios de Bom Retiro, Bocaina do Sul e Otacílio Costa.

Próximo a balsa Santa Rosa, limites dos municípios de Bocaina do Sul e Otacílio Costa, foram flagradas três pessoas em atividade de pesca com uso de tarrafas. Ao ser abordada a canoa onde estavam os pescadores foi observado que utilizavam como petrecho de pesca tarrafas com malhas e tamanhos variados e já haviam capturado uma quantidade considerada de peixes. Não possuíam carteira de pescador profissional ou de pesquisa.

Diante dos fatos, a Polícia Militar Ambiental apreendeu os petrechos (cinco tarrafas), os pescados (63 kg de peixe) e lavrou Auto de Infração Ambiental para cada indivíduo, instaurando, assim, os respectivos processos administrativos em desfavor dos autuados, abrindo-se prazo para manifestação. 


O indicativo de multa foi de R$ 700,00 para cada um. Conjuntamente será encaminhado a Notícia de Infração Penal ao Ministério Público da Comarca de Lages, acerca do ilícito criminal, tendo em vista que praticaram pesca com uso de tarrafa em época de piracema (período de reprodução dos peixes que termina dia 31 de janeiro).

Ressalta-se, ainda, que dos três indivíduos flagrados em ato de pesca, dois são oriundos da cidade de Aurora e outro da cidade de Ituporanga, municípios localizados no Alto Vale do Itajaí.

A Polícia Militar Ambiental salienta que continuará intensificando as operações neste período de defeso da pesca (época de reprodução dos peixes), que se estenderá até o dia 31 de janeiro.

 

Informações Luiz Cláudio Araujo Schneider /PMA Lages