Uma solenidade, na manhã de sábado (31/05), em uma tenda montada ao lado do prédio da prefeitura, marcou o encerramento da campanha Maio Amarelo, que procurou conscientizar a população lageana sobre a quantidade de vítimas relacionadas com acidentes de trânsito e sobre que medidas devem ser adotadas para diminuir esses índices trágicos. Participaram do evento autoridades municipais e diversos convidados.

O depoimento emocionado da senhora Paula de Lourdes Montagna, residente em São Bento do Sul, mãe de uma vítima de acidente de trânsito (no acidente onde morreu sua filha foram mais três mortos), alertou para os riscos da alta velocidade, bem como o excesso de autoconfiança. Na opinião do diretor de Trânsito do município, Diego Oliveira, o Maio Amarelo foi um momento de reflexão a respeito da vida e da responsabilidade coletiva. “Respeitar as leis de trânsito é o primeiro passo para reduzir as infrações e os acidentes. Precisamos preservar a vida”, afirmou.

O secretário de Segurança e Ordem Pública de Lages, Paulo Dellajustina, destacou que o agente de trânsito é “o anjo da guarda dos motoristas” e cada intervenção das autoridades de trânsito do município é uma espécie de “sinal vermelho em defesa da vida”. A cerimônia foi encerrada depois do pronunciamento de Christian Borges, representante do Denatran, e Jesuelen Andrade, rainha da Festa do Pinhão 2014.

 

 

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Sandro Scheuermann