Com dois gols anulados e um pênalti perdido, o Internacional de Lages empatou por 1 a 1 com o Blumenau neste domingo, na reedição do clássico que decidiu a divisão de acesso em 2013. Brasão, pelo Inter, e Rafael Santos, do BEC, fizeram os gols do jogo.

Os colorados dominaram boa parte das ações, especialmente no primeiro tempo. Em um dos melhores lances da partida, Brasão arrancou pelo meio e chutou de frente para o gol. O goleiro Mauricio espalmou e a bola bateu no travessão.

O Inter abriu o placar aos 39 minutos da primeira etapa. Brasão dominou na entrada da área, abriu para a direita e bateu cruzado. Foi o segundo gol do atacante na competição.

Na volta do intervalo, o Inter seguiu pressionando, mas o BEC também ampliou seus lances de ataque. Rafael Santos, que tinha entrado na segunda etapa, desviou a bola cruzada no primeiro pau e empatou a partida.

O Internacional teve chance de ficar novamente em vantagem aos 29 minutos, quando teve um pênalti a seu favor. Marcelo Quilder, que entrou na partida no lugar de Leandro Branco, bateu no canto direito, mas o goleiro Mauricio defendeu.

O árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira anulou dois gols do Inter, ambos no segundo tempo. No primeiro, ele marcou falta de Brasão, que fez de cabeça. No fim do jogo, já nos acréscimos, Xipote também marcou de cabeça, mas o árbitro alegou que o Inter cometeu falta no lance.

O Colorado Lageano volta a entrar em campo no próximo domingo, na penúltima rodada do turno da Série B. O jogo será contra o Hercílio Luz, em Tubarão. O Inter segue na briga pelo título simbólico do turno, que garante vaga e um ponto extra no quadrangular decisivo da competição. 

 

Informações Assessoria Inter de Lages