O Governador Colombo anunciou pela imprensa que pretende extinguir pelo menos 500 cargos comissionados no próximo mandato, a partir de 01/01/2015. As SDRs perderão o status de "Secretarias" e serão transformadas em "Agências" (não vejo no que isso vai mudar alguma coisa). E hoje, pelo rádio, ouvi ainda que Colombo pretende fazer uma avaliação de desempenho dessas estruturas a cada dois meses (vcs acreditam nisso? - Eu não!!!!). 

Além disso, não haverá mais a figura do "Secretário Adjunto" nas SDRs (com isso, serão extintos 36 cargos - e os demais 464 sairão de onde?).

Se de fato Colombo extinguir 500 cargos (eu quero ver para crer), economizará pelo menos R$ 1,2 milhão por mês apenas com o salário desses "cabides", conforme ele mesmo chamava durante o primeiro mandato de LHS. Em 13 meses (12 meses + 13o. salário) serão economizados apenas em salários algo superior a R$ 15,6 milhões. 

Mas, como tudo na política, queremos ver para crer. E aqueles que vão perder seus cargos? Vão ficar de braços cruzados, esperando? Duvido muito que não estejam desde já fazendo lobby junto a seus "padrinhos políticos" para que essa tentativa de Colombo não vingue. 

Loreno Siega - Revista Visão