O lutador de Jiu-jitsu, Leonardo Eiji Nagata, faixa Azul juvenil da Equipe Alliance - licenciada Lages, foi Vice-Campeão Europeu em 2015. A competição na cidade Lisboa,Portugal, teve início do dia 21 a 25 de janeiro, com maior número de atletas num evento, somando 3.600 inscritos.

O professor do lageano, Aldori Bernardino, faixa preta da Equipe Alliance Lages, que da aulas na academia Winner, ficou muito contente com o resultado de Eiji. Foram quatro atletas na sua chave, dois do Emirados Árabes e outro da Dinamarca, ganhando a primeira luta do atleta dos Emirados Arabes e perdendo a final por ponto um atletas da Dinamarca.

Essa é a primeira competição internacional de Leonardo Eiji Nagata. Eiji estava preparando-se fisicamente, com ajuda de seus colegas. Treinos intensivos ajudaram a melhorar o rendimento do atleta. O apoio da família também foi crucial no resultado, já que foi o alicerce e confiança para chegar até lá..

Segundo o professor Bernardino, este resultado reflete quão é duro e integrado, pois um depende do outro para realização de sonho. “É um esporte individual, mas o treino é coletivo. Este atleta trouxe um excelente resultado, ótimo para Lages e agora aguardamos um apoio maior de nossos dirigentes para esporte que praticamos”, destaca o treinador.

O lutador de Jiu-jitsu, Leonardo Eiji Nagata, faixa Azul juvenil da Equipe Alliance - licenciada Lages, foi Vice-Campeão Europeu em 2015. A competição na cidade Lisboa,Portugal, teve início do dia 21 a 25 de janeiro, com maior número de atletas num evento, somando 3.600 inscritos.

O professor do lageano, Aldori Bernardino, faixa preta da Equipe Alliance Lages, que da aulas na academia Winner, ficou muito contente com o resultado de Eiji. Foram quatro atletas na sua chave, dois do Emirados Árabes e outro da Dinamarca, ganhando a primeira luta do atleta dos Emirados Arabes e perdendo a final por ponto um atletas da Dinamarca.

Essa é a primeira competição internacional de Leonardo Eiji Nagata. Eiji estava preparando-se fisicamente, com ajuda de seus colegas. Treinos intensivos ajudaram a melhorar o rendimento do atleta. O apoio da família também foi crucial no resultado, já que foi o alicerce e confiança para chegar até lá..

Segundo o professor Bernardino, este resultado reflete quão é duro e integrado, pois um depende do outro para realização de sonho. “É um esporte individual, mas o treino é coletivo. Este atleta trouxe um excelente resultado, ótimo para Lages e agora aguardamos um apoio maior de nossos dirigentes para esporte que praticamos”, destaca o treinador.